Avaliação Físico Funcional

Ao atender ao cliente através de encaminhamento médico, o fisioterapeuta deve saber como reconhecer uma doença sistêmica mascarada como disfunção neuromusculoesquelética.

O fisioterapeuta pode ser o primeiro contato de alguns clientes no sistema de promoção de saúde, ou os clientes podem obter uma prescrição para fisioterapia assinada por um médico, baseadas em sintomas sem terem sido examinados pelo médico, ou o cliente pode ter sido analisado por um médico que não reconheceu a doença sistêmica em questão, pois em muitas vezes os sinais e sintomas precoces de doenças sistêmicas podem ser difíceis ou impossíveis de ser reconhecidos até que a doença tenha progredido.

Diagnóstico Fisioterápico

O diagnóstico diferencial fisioterápico é a comparação de sinais e sintomas neuromúsculoesqueléticos para identificar as disfunções implícitas do movimento, a fim de que o tratamento possa ser planejado tão especificamente quanto possível.

Ou seja, o Diagnóstico Fisioterapêutico constitui o conjunto de procedimentos e rotinas diagnósticas, realizadas pelo fisioterapeuta, com a finalidade de identificar, quantificar e qualificar o distúrbio cinético-funcional de órgãos e sistemas, sensíveis à abordagem fisioterapêutica, direta ou sinergicamente. Cada profissional de saúde elabora o diagnóstico de seus pacientes voltado às suas peculiaridades de intervenção.

Atendimentos Home Care com hora marcada.